Escolas Albano e Manoel Luiz pedem que vereadores pressionem seus deputados contra medidas do Governo do Estado

Na sessão da Câmara de Vereadores de Palmares do Sul de 18 de novembro, um grupo de professores e funcionários das Escolas Estaduais Albano Alves Pereira e Manoel Luiz, de Palmares do Sul, esteve presente no plenário com o objetivo de sensibilizar os vereadores para que pressionem seus deputados estaduais a votarem contra o pacote de medidas na área da Educação do governador Eduardo Leite. Com eles, havia uma faixa sustentando o pedido: “Deputados do Litoral: Socorro!”.

O presidente da Câmara, Edilson Zanini, concedeu alguns minutos para que o vice-diretor da Escola Albano, Rogério Santos, representando o grupo, expusesse a delicada situação que passam os funcionários da educação. Os professores solicitam também que os vereadores do município articulem junto aos deputados que fizeram campanha um posicionamento favorável ao Magistério, não aprovando o pacote.

Segundo o CPERS Sindicato, o governador enviou para a Assembleia Legislativa um pacote de medidas que altera o plano de carreira dos professores, congela os salários por tempo indeterminado e retira uma série de direitos adquiridos, como triênios, promoções, entre outros. Os salários já estão atrasados e parcelados há mais de 50 meses.

Na Sede, as Escolas Albano e Manoel Luiz estão em greve. Em Granja Vargas, a Escola Cacildo Krebs irá se reunir para definir; no entanto a tendência é de greve parcial, ficando os professores livres para aderirem ou não.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *