Padura faz balanço de atuação como prefeito por um mês

De 8 de janeiro a 6 de fevereiro, o vice-prefeito de Palmares do Sul, Claudio Luiz Moraes Braga (PROS), o Padura, assumiu o Poder Executivo de Palmares do Sul nas férias do prefeito Paulo Lang (PT). Além de dar continuidade ao trabalho do titular nos serviços básicos, dedicou atenção ao distrito de Quintão e apresentou um projeto relacionado à questão tributária na Câmara de Vereadores.

Padura é engenheiro eletricista e funcionário público de carreira desde 1994. Foi vereador de 2005 a 2008. Neste período, propôs várias leis; sendo algumas delas implementadas posteriormente quando atuou como secretário de Administração e de Finanças, na primeira gestão Paulo Lang. O projeto que criou o “Dia do Rio Palmares”, de sua autoria, homenageia o rio, bem como tem o objetivo de promover ações voltadas à conscientização e educação ambiental. Foram aprovados também os projetos de Vale Alimentação e de carga horária reduzida para servidora com filho portador de necessidades especiais.

Além disso, como secretário, promoveu a reestruturação do código tributário; onde, através da readequação da contribuição de iluminação pública, foi permitido que o Município cobrisse o gasto com energia e adquirisse uma caminhonete nova para atuar na elétrica. Com o reajuste da taxa de coleta de lixo, também proposição sua, foi possível aproximar o valor gasto com o arrecadado. Ainda é insuficiente, porém com menor margem de prejuízo. Também na área de finanças, promoveu a correção do valor venal dos imóveis sem onerar o IPTU. Assim, o Município passou a arrecadar mais ITBI (Imposto de Transmissão de Bens Imóveis) e a receita própria aumentou em torno de R$ 1 milhão ao ano.

Já neste início de ano, como prefeito em exercício, implantou o turno único no prédio da Administração durante o mês de janeiro, dividindo as turmas de trabalho em duas; uma equipe trabalhando das 7h às 13h e outra das 11h às 17h, fazendo com que a Prefeitura ficasse à disposição do contribuinte sem fechar ao meio-dia.

Também, Padura enviou para Câmara de Vereadores o projeto de lei que revoga a lei que dá isenção de ISS para a construção de parques eólicos.

E foi iniciado, em Quintão, um trabalho na Avenida Paraguassú com o objetivo de dar melhor trafegabilidade nesta importante via; proporcionando um trajeto alternativo para desafogar a rua Esparta.

“Penso que a solução para o Brasil é o municipalismo. Esta concentração do bolo tributário na União só favorece a política e os políticos tradicionais. Invertendo a pirâmide, ou seja, aumentando o repasse para os municípios, que é onde as pessoas vivem, os prefeitos terão mais facilidades de atender e investir em educação, saúde, infraestrutura, entre outros. Além de ter uma fiscalização mais próxima pelos órgãos de controle, Câmara de Vereadores e pelas próprias pessoas, que na grande maioria das cidades brasileiras, votam para prefeito no candidato bem conhecido por elas”, relata Claudio Braga, que conclui: “agradeço ao prefeito Paulo Lang a oportunidade de estar à frente do Executivo palmarense por este mês. Dirigir a cidade onde nasci foi uma experiência única e de grande importância na minha carreira como servidor público”, finaliza.

Fonte: Assessoria de Imprensa/DL COM Multimídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *