Vereador Polon pede vista de projeto do Executivo que abre crédito para empresa de saúde

Está tramitando na Câmara de Vereadores de Palmares do Sul o Projeto de Lei n.º 62/2017, do Executivo, que “Autoriza realizar a abertura de crédito adicional especial no orçamento vigente no valor de R$ 133.898,30”. O objetivo é o pagamento de contratados da empresa que presta os serviços na área da saúde no distrito de Quintão.

Nos últimos meses, o vereador Polon Oliveira (PTB), vem denunciando os altos valores pagos desde o início do ano à mesma empresa; que foi contratada pela Prefeitura para prestar serviços no Posto de Saúde de Quintão. Novamente, na sessão da última segunda-feira, 27 de novembro, ele reforçou os valores; ressaltando que são pagos o dobro para os serviços, alguns até mesmo o triplo, do que se a Prefeitura prestasse os mesmos serviços com equipe própria.

Sendo assim, na pauta de discussão do projeto, o vereador pediu vista de uma semana, a fim de que o Poder Executivo possa explicar mais detalhadamente o destino do crédito; passando para possível pauta de votação somente na próxima semana.

“Pedi vista desse projeto em função dos números que tenho apresentado. É inadmissível nós vermos que em todas as esferas está faltando verbas para investimento e em contraponto a isso há muito desperdício de verba pública, como no Posto de Quintão. Esse projeto eu vejo como algo que ao longo do ano vem se desperdiçando muito dinheiro público, e nós temos o dever de barrar a continuidade de uma irregularidade. O secretário de Saúde veio na Câmara e disse que a empresa era paga por serviços. Bem, então vamos pagar o serviço que a empresa prestou, em torno de R$ 33 mil. Pois pagar R$ 133 mil por um serviço que custa pouco mais de R$ 33 mil, existe aí R$ 100 mil de diferença. Esse valor poderia ser utilizado para mais um médico em plantão 12 horas, poderia ser utilizado para mais técnicos e enfermeiros e abrir 24 horas o Posto de Quintão. Tem alguma coisa errada. Os valores estão superfaturados, é muito além do que custa os serviços. Vamos aguardar nesta semana se as explicações do Executivo serão convincentes”, contesta Polon.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *